segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Se em 2010 vivemos o tema: "Jovens unidos pela Palavra reconstruiremos as muralhas". Em 2011...

Chegamos ao final de mais um ano, é uma grande alegria poder contemplar tudo o que Deus realizou em favor da juvetude carismática de Belém. O Ministério jovem mergulhou profundamente neste processo de reconstrução das muralhas.

Tivemos a alegria de ver a juventude da RCC - Belém mostrar para o que veio: "Evangelizar com renovado ardor missionário a partir da experiência da efusão do Espírito Santo". Sabemos que muito mais precisa ser feito, mas fomos presenteados por Deus com essa reconstrução da juventude carismática.

E para encerrar o ano tendo a certeza da grandeza da obra que Deus começou em nossa juventude, tivemos o nosso 1° congresso arquidiocesano de jovens. Nele pudemos ouvir o Senhor nos convocando para uma nova missão, e o melhor de tudo foi poder ver que todos os presentes disseram: "Sim Senhor aqui estamos para fazer a tua vontade". Além de tudo, ainda tivemos a graça de termos conosco o nosso Arcebispo Dom Alberto Taveira, a nossa coordenadora estadual do MJ Jucimar Pinheiro e o nosso coordenador nacional do MJ Márcio Zolin. Sendo o 1° congresso pudemos ver que estas presenças foram mais um sinal de tudo aquilo que Deus está realizando em nossao meio.

Agradeço a tantos que ao longo desse ano estenderam a mão para o ministério jovem da RCC - Belém para nos ajudar a reconstruir as muralhas. Que cada um seja abençoado por Deus e protegido pela Virgem Maria.

Se em  2010 vivemos intensamente o tema:"Jovens unidos pela Palavra  reconstruiremos as muralhas". Em 2011 com mais força e mais amor queremos dizer e viver: "Pela tua Palavra, a juventude lançará as redes".

Um ano Novo cheio de muitas bênçãos para a juventude de Belém, e que a Santa Mãe de Deus, cuja festá celebramos logo no 1° dia do ano, possa interceder incessantemente para que toda a juventude de Belém possa ser alcançada pela Boa Notícia do Amor de Deus.


Alex Brindejoncy da Cunha
coord. arquidiocesano do ministério jovem

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

O que aconteceu no I Congresso de Jovens?

Começamos o primeiro dia de Congresso com a Santa Missa, presidida pelo Padre Lucivaldo, Diretor Espiritual da RCC Belém, que ressaltava em sua homilia a nossa responsabilidade de ajudar os jovens desse tempo. Logo após à Missa, tivemos o show do Ministério de Música Maranatá, repleto de muito louvor e animação.

Durante o sábado e o domingo vivemos fortes momentos de oração e muita alegria no Senhor!

Mais informações:http://congressojovens.blogspot.com/
Confira no orkut algumas fotos do evento:
http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=14924708100961443485

Preparativos finais para o Congresso

A poucos minutos de começar o tão esperado I Congresso Arquidiocesano de Jovens, os servos da infra-estrutura estão a mil por hora, prontos para deixarem tudo nos trinks para todos os participantes.
Enquanto isso, os servos da acolhida já exercem seus serviços, com a chegada de vários jovens, que logo fazem sua inscrição com os da secretaria. Mas, lembre-se, hoje a entrada é livre para a missa e para o show do Ministério Maranatá.

Corra depressa, e esteja aqui conosco neste evento que promete para a juventude de Belém.
Não perca!

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Muitas novidades para o congresso de jovens!!!

Já em contagem regressiva para o I congresso arquidiocesanode jovens, a equipe de organização do evento está preparando muitas novidades para todos aqueles que participarem do evento. Momentos únicos que só quem particpar irá experimentar. Esteja por dentro dessas novidades acessando a página do congresso: http://congressojovens.blogspot.com/

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Missa oficial de divulgação do I Congresso arquidiocesano de jovens foi na Basílica Santuário de Nazaré.

Realizou-se no dia 13 de novembro de 2010, às 18:00, a missa de divulgação do I Congresso Arquidiocesano de Jovens, na Basílica Santuário de N. Sra. de Nazaré, celebrada pelo Pe. Benedito, onde na sua homilia, chamou a atenção para os trabalhos realizados dentro da arquidiocese para a evangelização dos jovens como o Congresso dentre outros. Comentando sobra a segunda leitura quando São Paulo fala nas primeiras comunidades que todos trabalhavam para o sustento da comunidade, mas também haviam aqueles que não queriam trabalhar, mas queriam comer e beber sem trabalhar, relacionando com os nossos dias, onde existem muitos jovens que são sustentados pelos pais, avós, tios, tias, quem vive na ociosidade peca e quem mantém alguém debaixo das asas também peca. O Padre ainda fez as seguintes perguntas à assembléia: O que você está fazendo para melhorar a tua igreja? O que você está fazendo para melhorar a tua família? O que você está fazendo para melhorar a tua realidade? Você está sendo fiel ao teu dízimo? O Pe. Benedito ainda destacou a última frase do Evangelho. "É permanecendo firmes que iremos ganhar a vida eterna". Explica sobre o Evangelho que nos fala destas realidades: fome, guerra, terremoto e situações onde pessoas estão sendo condenadas pela causa de Jesus, pessoas que se afastam da Igreja por causa dos escândalos. A pergunta é: E eu. Como me comporto diante destas realidades? Como me posiciono diante de todas essas situações? Esse será o momento para darmos testemunhos da nossa fé e que não devemos nos desanimar, disse ele, voltando  a II leitura. O Padre nos lembra que São Paulo em sua Carta nos convida e exorta o trabalho, o esforço para propagação do Evangelho, se todos trabalharem mais não só pelo seu pão, mas também pela causa do Evangelho, um mundo novo surgirá. Ele acredita na força, na capacidade da juventude. Disse ele "acredito que o jovem pode sim mudar o mundo". 

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Abertas inscrições pela internet para o congresso jovem!

Você já pode fazer sua inscrição pela internet para o I Congresso arquidiocesano de jovens que acontecerá de 10 à 12/12/2010 no ginásio de esportes do colégio Nazaré.

Para saber como acesse http://congressojovens.blogspot.com/

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

O que devo fazer para evangelizar os jovens?

O que devo fazer para evangelizar os jovens? Essa é uma das perguntas que mais ouço líderes jovens fazendo. De fato, não há repostas fáceis para perguntas difíceis.
Nem mesmo há uma receita, como se fosse algo mágico para trabalhar com a juventude. Mas quero fazer uma reflexão que pode nos apontar algumas alternativas para a evangelização dos jovens.
Quero de início, dizer que todo ser humano é vocacionado à felicidade, e sabemos que só Deus é fonte de toda a felicidade. Então podemos dizer que todo ser humano anseia por Deus, mesmo sem saber, sem ter entendimento disso, ele anseia por Deus. Isso é fundamental!
O que o jovem quer é uma verdadeira experiência de encontro com Jesus Cristo. E nesse sentido, a pregação da Palavra de Deus na unção do Espírito Santo é fundamental. O jovem tem sede da Palavra de Deus. Tem desejo dela! E tenha certeza, eu não me engano com relação a isso. Na minha experiência de evangelizador jovem, em cada partilha que fiz com outros jovens, a grande maioria dos que realmente fizeram uma experiência pessoal com Jesus Cristo, testemunha que a Sagrada Escritura foi realmente uma espada em sua alma, a penetrar em seu coração, a tal ponto, de marcar e determinar a mudança radical em sua vida. (cf Hb 4,11-12).

A palavra de Deus é a rocha (cf.Mt 7, 24-27), só aí que o jovem, vai compreender e viver a fé da Igreja e os mistérios de Cristo. Sem pregação não há conversão, pois a fé entra pelos ouvidos! (cf. Rm 10,14-18). Aqui também entra a experiência dos discípulos de Emaús: Eles reconheceram o Cristo no partir do pão, mas isso só foi possível, porque durante o caminho a palavra lhes queimava o coração, e foi a palavra de Cristo em seus corações que fez com que as escamas de seus olhos caíssem e então reconhecessem o Ressuscitado, e assim com destemor e alegria, mesmo na escuridão do caminho, voltarem para anunciar a todos o Cristo Ressuscitado. (cf Lc 24,13-35).

Amados e amadas, a Palavra de Deus é fundamental! O jovem só é forte e vencedor do maligno se tiver pleno da Palavra de Deus (Cf. I Jo 2,14c).


Dessa forma, toda e qualquer atividade de evangelização da juventude, deve ter como centro a pregação da Palavra de DEUS. Infelizmente, nos nossos dias, encontramos líderes jovens com medo e até mesmo com vergonha da pregação da Palavra, e em nome de um tal “discernimento” de um tal “cuidado”, quase que se desculpam perante os outros por terem que pregar o evangelho, por serem católicos. Fazem eventos, shows, promovem uma série de atividades, porém, a Palavra de Deus é deixada de lado. Não quero dizer com isso, que os eventos, shows e outras atividades não sejam importantes, pelo contrário, são uma grande arma para a evangelização da juventude, desde que a Pregação da Palavra de Deus seja o cerne de tudo isso.

Por isso, creio que o grupo de oração é um lugar privilegiado de evangelização da juventude. Por isso, ainda acredito que devemos investir em nosso grupo de oração com todo amor e com todo zelo. Um grupo de oração, que vive a efusão do Espírito Santo, o uso dos carismas, que vive a comunidade e tudo isso centrado na pregação da Palavra de Deus, é sem dúvida, uma “rede” de grande pescaria.

Outro ponto fundamental da evangelização da juventude, é a acolhida. Na verdade, antes de pregar é necessário acolher a quem se evangeliza. Uma pessoa bem acolhida, se torna um coração aberto para a pregação. No projeto Jesus no Litoral, um dos temas mais discutidos na preparação dos jovens missionários é como abordar uma pessoa, isso significa como acolhê-la. Acolher não significa só receber bem alguém, mas também ir ao encontro de alguém com amor e com respeito, na alegria da boa-nova que levamos.

Acolher é o ministério por excelência do pastoreio. Pastorear é sempre acolher. O jovem carece de acolhida, até porque nas muitas experiências do dia de hoje,a rejeição é uma determinante na vida dele. Ora é rejeitado pelos pais, ora pelos amigos, parentes, namorado(a), pela sociedade e tantas outras situações. Acolher é aceitar o jovem da maneira como ele está, e respeitar o tempo de Deus na vida do mesmo, sem obrigá-lo, mas convidá-lo a fazer aquela verdadeira experiência de Jesus Cristo.


Desafio. O jovem gosta de desafios. E não é um desafio extraordinário viver o Evangelho e leva-lo missionariamente a outros jovens? Não é verdade que o jovem não faz nada, ou que não tenha interesse pelas coisas de Deus, isso é uma mentira.

Disso nos fala o Documento de Aparecida: “São chamados a ser “sentinelas da manhã”, comprometendo-se na renovação do mundo à luz do Plano de Deus. Não temem o sacrifício e nem a entrega da própria vida , mas sim uma vida sem sentido. Por sua generosidade, são chamados a servir os seus irmãos, especialmente os mais necessitados, com todo o seu tempo de vida. Tem capacidade para se opor às falsas ilusões de felicidade e aos paraísos enganosos das drogas, do prazer, do álcool e de todas as formas de violência. Em sua procura pelo sentido da vida, são capazes e sensíveis para descobrir o chamado particular que o Senhor Jesus lhe faz. Como discípulos missionários, as novas gerações são chamadas a transmitir a seus irmãos jovens, sem distinção alguma, a corrente de vida que procede de Cristo e a compartilha-la em comunidade, construindo a Igreja e a sociedade. (Doc. De Aparecida parágrafo 443).”

O que acontece é que nós líderes jovens muitas vezes não temos mostrado aos outros jovens o que eles devem fazer, ou pior, não temos sido uma referência na fé em Jesus Cristo, de modo que os outros jovens sintam-se impelidos a viver o Evangelho. O jovem busca modelos para se espelhar. O modelo que temos que apresentar é Jesus Cristo! E como fazemos isso? Vivendo em Cristo, sob o senhorio de Jesus Cristo, vivendo como Ele viveu, caminhando como Ele caminhou, como diz São João: “aquele que afirma permanecer Nele deve também viver como Ele viveu.” I Jo 2,6


Jovens da RCC, a nossa vida é uma missão em Cristo Jesus. Tudo que fazemos, família, estudo, trabalho, amizades, namoro, casamento, etc é nossa missão em Cristo Jesus. Nós estamos no campo missionário todos os dias e em todos os instantes. Muitos querem ter uma vida missonária longe da sua realidade não porque deseja a vida missionária em si mesma, mas simplesmente para fugir do verdadeiro campo missionário da sua realidade de vida.

Quando vivemos bem a missionariedade na realidade de nossas vidas, abre-se então um outro campo extraordinário de missão, e aí sim ele é autêntico: são as “campanhas” ou “projetos” de missão que a Igreja nos propõe. Dessa maneira podemos fazer experiências missionárias em tempo integral por um determinado momento de nossa vida,por exemplo: um mês; um ano;etc.

Como gostaria que cada jovem na Igreja pudesse fazer uma experiência missionária assim, confesso que anseio por isso.

Mas cada líder jovem, em comunhão com a RCC local e também com a Igreja local na pessoa do Bispo ou do padre, pode organizar uma atividade missionária. O projeto Juventude Católica em Missão, é um projeto de missão que pode se aplicar a qualquer realidade de juventude, seja ela urbana, rural, ribeirinha, etc.

A voz da Igreja, de acordo com o documento de Aparecida nos convoca para isso, sermos Discípulos Missionários de Jesus Cristo. Acredito mesmo que o jovem que vive o discipulado da acolhida e da Palavra, nos sacramentos e na liturgia, reavivado constantemente pela efusão do Espírito Santo, é um missionário em potencial. Eu fico imaginando o anseio de Jesus Nosso Senhor, para que demos a Ele uma resposta urgente de tudo isso.



Ricardinho
Ex -coord. nacional do Ministério Jovem - RCC BRASIL

domingo, 31 de outubro de 2010

sábado, 30 de outubro de 2010

Papa envia mensagem aos jovens da Ásia

Ser “testemunhas do amor cristão, da esperança, da alegria e da paz na Índia e no mundo”: esse o desejo de Bento XVI na mensagem enviada aos jovens católicos indianos, por ocasião do VIII Encontro Nacional da juventude indiana, que se concluiu no último domingo, em Shillong, no Estado de Meghalaya, depois de sete dias de trabalho. As palavras do Papa foram lidas pelo Núncio apostólico na Índia, Dom Salvatore Pennacchio durante a celebração da Missa de encerramento do encontro.

O evento foi organizado pela Conferência Episcopal Indiana sobre o tema "Viver o mundo, libertar o mundo”. O Papa recordou aos jovens que eles devem renovar suas vidas lendo, refletindo e vivendo a Palavra de Deus, para assim levar mudanças à toda a humanidade. “Prestem atenção no pedido de Deus – escreve ainda Bento XVI na sua mensagem - e descubram a alegria e a beleza do chamado de Deus em cada um de vocês”.

Segundo a agência de notícias AsiaNews, mais de mil jovens de todo o país, junto com cerca de 3 mil delegados de 152 dioceses participaram do evento final, na presença de bispos, sacerdotes, e religiosas e dos pais. Durante a semana de encontro realizou-se uma série de reuniões e depoimentos espirituais, divididos em três áreas principais: erradicar a pobreza, rejuvenescer o meio ambiente e construir uma cultura de paz.

O ministro-chefe do Estado indiano de Meghalaya, Mukul Sangma saudando os jovens disse que eles podem contribuir de modo substancial para o bem da nação, porque são catalisadores do desenvolvimento social no mundo moderno. Ele também os encorajou a terem fibra moral, para apoiar o bem comum na sociedade e na Igreja. O Encontro Nacional dos jovens indianos realiza-se a cada 3 anos, e foi a primeira vez que um Estado do Nordeste da Índia hospedou um evento como esse.
Fonte: Rádio Vaticana

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Como pregar para jovens

O Núcleo nacional de Pregação do Ministério Jovem disponibiliza a primeira formação destinada a pregadores jovens ou que pretendam atuar na evangelização da juventude através do carisma da Pregação.


O jovem tem uma necessidade diferenciada e ao mesmo tempo é muito exigente, ou seja, é aquele que mais quer seu direito e que menos quer exercer seu dever. Por isso Deus chama também jovens para falar para sua juventude, porque o jovem tem a linguagem, enfrenta os mesmos desafios, passa pelas mesmas experiências.
Um chamado da igreja: “Sois jovens da Igreja. Por isso Eu vos envio para a grande missão de evangelizar os jovens e as jovens, que andam por este mundo errantes, como ovelhas sem pastor.Sede os apóstolos dos jovens. Convidai-os para que venham convosco, façam a mesma experiência de fé, de esperança e de amor; encontrem-se com Jesus, para se sentirem realmente amados, acolhidos, com plena possibilidade de realizar-se. Que também eles e elas descubram os caminhos seguros dos Mandamentos e por eles cheguem até Deus”. (Bento XVI, no encontro com os Jovens no Pacaembu em Maio de 2007).

O chamado que o Papa faz a juventude é muito específico: Evangelizar os outros jovens, que andam perdidos, no erro (errantes). Pra isso nos chama a pregação. Nos chama com todo vigor de nossa juventude para anunciarmos Cristo crucificado e ressuscitado. Nossa missão é ser uma voz, assim como João Batista (Mt 3, 3), ser a voz que anuncia a salvação através de Jesus, nossa missão é convidar, porque como jovens, estamos no mesmo meio, estudamos juntos, trabalhamos juntos, vivemos no mesmo “mundo”, por isso, nosso testemunho tem força, tem a força da juventude, porque somos fortes e a palavra de Deus permanece em nós (I Jo 2, 14).

É preciso assumir com o coração essa missão. A missão de evangelizar a juventude que anda perdida é dada para os jovens que se encontraram com Jesus. É preciso testemunhar essa experiência, a grande experiência da conversão, a grande experiência do amor a Cristo.

Em 2007 a CNBB publicou um documento sobre Evangelização da Juventude (EvJ), onde ela trata repetidas vezes do termo “Protagonismo dos Jovens”. Isso quer dizer, em tudo aquilo que for feito para a evangelização dos jovens, seja em algum movimento ou mesmo numa pastoral o jovem precisa estar à frente, ou seja, jovem deve coordenar jovem, jovem deve organizar os meios de evangelização pra jovem, jovem deve pregar para jovem.

A igreja da América se pronunciou diversas vezes sobre os jovens. Em 1968, no CELAM de Medellín, os bispos diagnosticaram que os jovens não se identificam com a igreja porque não se sentem convidados a participar, identificaram ainda os jovens como sendo sinceros, autênticos e com boa aceitação do diferente. Em Medellín os bispos chamam a juventude de “símbolo da Igreja”, chamada a uma constante renovação de si mesma. Em 1979, no CELAM de Puebla, os bispos chamam a atenção para algumas características dos jovens: espírito de aventura, capacidade criadora, o desejo de liberdade e o fato de serem sinal de alegria e felicidade, exigindo autenticidade e simplicidade. Dizem nossos pastores que o papel da juventude no corpo social da Igreja é dinamizar este corpo.

A igreja deixa claro que confia nos jovens, sendo eles sua esperança. Em Puebla a Igreja da América Latina faz a opção preferencial pelos jovens, no aspecto de pastoreio e evangelização. Em 1992 em Santo Domingo O CELAM reafirmou a opção preferencial pelos Jovens, e pede uma maior inserção dos jovens na evangelização, promovendo o protagonismo dos jovens e anunciando que o Deus da Vida ama os jovens.
A Igreja não trata os jovens como o futuro da Igreja e sim como o presente, Portanto, “na evangelização da juventude está em jogo o presente e o futuro da Igreja” (EvJ, n. 70), que “evangeliza e precisa ser continuamente ser evangelizada”. (EvJ, n. 69).

Fonte: http://www.rccjovem.com/pregacao/486-como-pregar-para-jovens.html

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Noite da juventude carismática no congresso nacional da RCC

sábado (17) no XXIX Congresso Nacional da RCC teve programação especial para a juventude carismática de todo o Brasil.

Felippe Nery, coordenador nacional do Ministério Universidades Renovadas, conduziu um momento de louvor e oração. Márcio Zolin, coordenador nacional do Ministério Jovem e Juliane Morigi, coordenadora nacional do Ministério Música e Artes também falaram a juventude do Brasil. Os três ministérios falaram sobre seus trabalhos e ainda fizeram convites para seus encontros nacionais.

A noite contou ainda com testemunhos. João Paulo Veloso, seminarista da arquidiocese de Palmas/TO, falou sobre a sua experiência de conhecer Jesus através de um GOU, Grupos de Oração Universitário. Além dele, Victor Gorzoni, coordenador estadual do Ministério Universidade Renovadas no Paraná e engenheiro responsável pelo projeto de construção da Sede Nacional da RCC, falou sobre a ação de Deus na sua vida profissional.

Fernando Gomes, coordenador estadual do Ministério Jovem em São Paulo, conduziu o momento da Palavra exortando os jovens à busca de santidade para o anúncio da Boa Nova, afirmando que o encontra com Cristo, é redescobrimento do sentido da vida. Acima de tudo somos filhos de Deus.

Os jovens presentes deixaram o local com expressão de felicidade por representarem a juventude carismática brasileira

Conhecendo o Ministério jovem

Qual o objetivo do Ministério Jovem?

Evangelizar,formar,assistir,orientar e motivar os jovens a partir da identidade da RCC,inserindo-os na vida da Igreja. Trabalhar o que é próprio deste estado de vida. Proporcionar a oportunidade de ter o encontro pessoal com Jesus Cristo, permitindo assim que a juventude responda ao chamado de Deus e sejam construtores da civilização do amor. A formação humana, espiritual e vocacional, são as bases para que o jovem se torne protagonista na Igreja e na sociedade.

Quem pode trabalhar com a juventude?

A RCC como um todo é responsável pela evangelização da juventude, principalmente daqueles jovens inseridos dentro do movimento. Porém existem pessoas que tem o ministério para com a juventude. Estas pessoas exercem um carisma todo especial para trabalhar com os jovens. Sua linguagem, seu testemunho, sua forma de pastoreá-los, sua pregação, conseguem alcançar o coração da juventude.

Há muitos adultos, e até mesmo senhores e senhoras, que tem um carisma para trabalhar com a juventude. Jovens casados, que tem o ministério para com a juventude, são sem sombra de dúvidas, um referencial e um testemunho muito forte para a juventude de hoje.

Você pode não ser mais jovem em idade biológica, mas tem um espírito jovem e um chamado pra evangelizar a juventude. Você é um ministro da evangelização da juventude.

Conhecemos muitas pessoas que são ministros da evangelização da juventude, dois nomes quero citar: Pe. Jonas Abib e o saudoso Papa João Paulo II. É inegável que estes homens tem um carisma todo especial para com a juventude. Pe. Jonas, fundador da Comunidade Canção Nova, fundou essa importantíssima comunidade juntamente com os jovens, e até hoje são milhares os jovens que se identificam com o jeito de ser desta Comunidade e de seu fundador. O Papa João Paulo II, foi um dos homens mais extraordinários da história da Igreja, mas a sua identificação com a juventude é algo indescritível. As jornadas mundiais da juventude são um grande reflexo disso. Escreveu, exortou, orientou e falou ao coração dos jovens de um modo todo especial.

Os jovens são os principais evangelizadores de outros jovens. O Papa BENTO XVI, na sua visita ao Brasil em abril de 2007, exortou:”Por isso eu vos envio para a grande missão de evangelizar os jovens e as jovens, que andam por este mundo errantes, como ovelhas sem pastor. Sede os apóstolos dos jovens. Convidai-os para que venham convosco, façam a mesma experiência de fé, de esperança e de amor; encontrem-se com Jesus, para se sentirem realmente amados, acolhidos, com plena possibilidade de realizar-se e também eles e elas descubram os caminhos seguros dos Mandamentos e por eles cheguem até Deus.” (Discurso do Papa Bento XVI. Estádio Municipal do Pacaembu, São Paulo – 10/05/2007)

O jovem é um evangelizador por excelência de outro jovem! A pregação e o testemunho de vida são um fermento de grande poder na Igreja e na sociedade.

Um jovem, que fez a sua experiência pessoal com Nosso Senhor Jesus Cristo, tem consciência do seu batismo, e permite que o Espírito Santo faça nele maravilhas (cf. Lc 1,49), se torna protagonista da nova evangelização e construtor da Civilização do Amor.

Como estão organizados os jovens da RCC?

A RCC trabalha com grupo de oração, e os jovens estão inseridos dentro dele. Há duas realidades neste sentido: grupo de oração misto e grupo de oração jovem.

Entendemos como grupo de oração misto, aquele grupo que é freqüentado por pessoas de todas as idades.

Entendemos por grupo de oração jovem, aquele grupo de oração que na sua maioria ou totalidade é formado e freqüentado por jovens.

É importante ressaltar que todo grupo de oração é aberto para todo e qualquer participante sem restrições de idade.

Os jovens no grupo de oração misto.

A presença e a participação do jovem dentro do grupo de oração, traz alegria, vitalidade e dinamismo. Geralmente o grupo de oração misto trabalha as várias facetas da realidade humana, porém é necessário que o jovem seja formado no seu estado de vida, aí a importância do ministério jovem dentro do grupo de oração. O ministério jovem é quem organizará em um momento específico a formação, a partilha e as atividades dos jovens dentro do grupo de oração. Neste sentido, sugerimos o Projeto Aqui tem Jovem, que orienta a implantação do Ministério Jovem dentro do grupo de oração.

O grupo de oração jovem.

É um grupo de oração com todas as dimensões de um grupo de oração misto: coordenação própria, ministérios formados, equipe de serviço, reunião de equipe de serviço, ligado à coordenação diocesana, com seus direitos e deveres de acordo com o estatuto da diocese a que ele pertence.

A principal característica do grupo de oração jovem está na linguagem. A condução do grupo de oração, a pregação, as músicas e as orações são dirigidas para a realidade jovem. Estes grupos tem feito um trabalho fundamental na evangelização da juventude, pois se tornaram um grande referencial para os jovens que estão fora da Igreja.